Balanço da Secretaria de Governo destaca fomento a novos negócios

Foram promovidos 16 encontros com empresários neste ano

A Secretaria de Governo desempenha um papel importante no fomento de novos negócios entre empresários locais por meio dos encontros com empresários, realizados mensalmente. Além disso também compete à pasta atrair investidores para Indaiatuba, gerando novos empregos e movimentando a economia do município. Nesse sentido, a Rodada de Negócios, realizada em julho por meio de uma parceria entre a Prefeitura e o Ciesp (Cento das Indústrias do Estado de São Paulo) contribuiu para a concretização de aproximadamente R$ 2,5 milhões em novos negócios. Participaram do encontro 22 empresas âncoras, que são as compradoras, e 160 representantes de empresas situadas em várias cidades paulistas, entre elas, Indaiatuba, Ribeirão Preto, Limeira, Taubaté, Jundiaí, Americana, Piracicaba, Salto, Itu, Itupeva e da Região Metropolitana de São Paulo.

Os encontros com empresários, promovidos mensalmente no Museu da Água com o objetivo de oferecer capacitações para os profissionais e estreitar a relação entre os empresários, foram ampliados este ano, contando com a participação de aproximadamente 1.700 pessoas. No total foram 16 encontros, nove para empresários, três específicos para o público feminino, dois direcionados para imobiliárias, um para profissionais e empresas de recursos humanos e uma oficina do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Segundo o secretário da pasta, Renato Stochi, os estímulo a novos negócios é de extrema importância e reflete diretamente no desenvolvimento da economia local. “Temos buscado formas de incentivar novos acordos comerciais, beneficiando os empresários e a economia do município, geração de empregos, entre outros benefícios. Em junho firmamos uma parceria com a Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio Indústrias e Agricultura, por meio da qual foi mantido o Portal de Negócios da Itália, contendo todas as informações italianas com o objetivo de fomentar negócios entre as partes”, ressaltou.

 

DIMPE II

Renato também destacou o sorteio dos 123 lotes do Dimpe II (Distrito de Micro e Pequenas Empresas), localizado na Estrada do Capovilla, no Bairro Pimenta, realizado em junho. “Esse programa foi criado para beneficiar os pequenos empresários que ajudam a economia do nosso município girar. Com ele damos a oportunidade, principalmente, para aqueles que estão instalados em locais não permitidos pela legislação atual e que, por isso, estavam impedidos de ampliar as instalações de suas empresas e, consequentemente, seus negócios”, explicou.

O sorteio aconteceu na presença de representantes das 341 empresas classificadas. Em novembro o Prefeito Nilson Gaspar (MDB) participou da cerimônia de assinatura dos contratos de compra e venda para as empresas contempladas com lotes do Dimpe II. A partir da assinatura do contrato as empresas terão seis meses para apresentar o projeto de construção; até 18 meses para início das obras, contados da aprovação do projeto de construção; até 30 (trinta) meses, contados da data do alvará de construção, para obtenção do respectivo Habite-se; e até 18 (dezoito) meses, contados da data do Habite-se, para obtenção de Alvará de funcionamento e início das atividades.

 

2ª DA RMC EM SALDO EM EMPREGO

Pelo segundo ano consecutivo Indaiatuba manteve-se como a segunda colocada da RMC (Região Metropolitana de Campinas) com o maior saldo na geração de empregos, ficando atrás apenas de Campinas. No acumulado do ano (janeiro a outubro), o município registrou saldo positivo de 2.653 vagas. O número foi puxado principalmente pelo setor de Serviços, responsável pela geração de 1.228 vagas formais de emprego. Na sequência aparecem os setores de Construção Civil e Indústria de Transformação, que criaram 563 e 534 vagas, e comércio com 244 vagas.

O PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), vinculado à Secretaria de Governo, foi bastante movimentado e atendeu mais de 112 mil pessoas em 2019, quase o dobro do total de atendimentos realizados em 2018 (58 mil). O aumento da demanda é atribuído a novas empresas instaladas na cidade, principalmente a um atacadista inaugurado também neste ano e que realizou a contratação de todo o quadro de funcionários pelo posto de atendimento de Indaiatuba.

A unidade é mantida por meio de uma parceria da Prefeitura com o Governo do Estado de São Paulo, coordenado pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), que faz intermediação entre empresas que precisam de mão de obra e profissionais que procuram emprego. No Posto também é possível fazer inscrição para o seguro-desemprego, emissão da carteira de trabalho, inscrição para o Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ) e para o Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (Padef). Todos os serviços são gratuitos.

 

BANCO DO POVO

O número de atendimentos realizados pelo Banco do Povo Paulista, programa de microcrédito para empreendedores, saltou de 699 em 2018 para 1.529 neste ano. O total financiado também cresceu significativamente, passando de R$ 215 mil em 2018 para R$ 484 em 2019. O aumento é atribuído principalmente às alterações nas regras para empréstimos e taxa de juros.

Desde setembro o banco ampliou a linha de crédito de R$ 20 mil para R$ 21 mil para pessoas físicas e MEI (Microempreendedor Individual) e para até R$ 50 mil para Micro Empresa, LTDA, Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) e EPP (Empresa de Pequeno Porte). As linhas de crédito, que antes eram oferecidas para empresas com faturamento bruto anual até R$ 360 mil, passaram a ser liberadas para empresas com faturamentos acima desse valor.

 

PANORAMA

Indaiatuba possui atualmente 870 indústrias cadastradas, cujas atividades predominantes são as indústrias automotivas, mecânicas e metalúrgicas. Na economia do município temos também cadastradas mais 12.650 empresas prestadoras de serviços e 5.103 estabelecimentos comerciais. A cidade ocupa o 27º lugar no ranking de exportações no Estado de São Paulo, com US$ 418,54 milhões, e 12ª no ranking de importações no Estado, com US$ 1.017,94 bilhão. O PIB (Produto Interno Bruto) de Indaiatuba é R$13.490 milhões e o PIB Per Capita é de R$ 56.301,42, com base no ano de 2017.

 

CATÁLOGO DAS INDÚSTRIAS

O Catálogo das Indústrias de 2019 foi lançado em abril em coquetel com empresários. O produto foi criado para facilitar a comunicação com as empresas locais e fornecer à população um material concreto sobre o parque industrial do município. Desde setembro está aberto o período de cadastro para as empresas interessadas na divulgação no Catálogo das Indústrias 2020. O período para efetuar o cadastro, que é gratuito, seguirá até janeiro de 2020. Os empresários interessados devem efetuar o cadastro através do link https://www.indaiatuba.sp.gov.br/governo/assuntos-industriais/catalogo-das-industrias/.

Para 2020 a Secretaria de Governo prepara uma inovação nos moldes do Catálogo das Indústrias, que será Catalogo será disponibilizado também na versão eletrônica, em forma de uma aplicativo para celular. Desta forma o instrumento ganhará mais praticidade, facilitando o acesso, e ainda poderá ser atualizado ao longo do ano. O lançamento está previsto para o mês de abril.