Fotógrafa de Indaiatuba recebe prêmio internacional com fotos de partos

Duas fotos realizadas em Indaiatuba deram o prêmio à Carla Garcia

Os cliques da fotógrafa de Indaiatuba, Carla Garcia, eternizam importantes momentos da vida de diversas famílias na hora do parto. Os nascimentos realizados no Hospital Santa Ignês – os quais as famílias contratam o serviço - contam com o profissionalismo e a dedicação da fotógrafa. E, duas de suas fotos feitas no Hospital lhe renderam, em agosto, prêmios no maior concurso internacional de fotografia, o Outsandig Maternity Award. Há dois anos, Carla faz fotos dos partos no Hospital Santa Ignês.

Carla registrou os nascimentos de um menino, em junho de 2019, e uma menina, em agosto de 2018, e inscreveu as fotos no concurso. Em sua XI Edição, o prêmio reuniu profissionais de mais de 20 países e Carla foi premiada e recebeu também do júri, o selo de qualidade. Para ela, ser reconhecida internacionalmente em meio a tantos fotógrafos “é incrível”. “Representa a confirmação de que estou no caminho certo. Me emocionar com nascimentos é o que me move e eternizar esses momentos para as famílias é simplesmente incrível. Me sinto realizada”, disse a fotógrafa.

Na página oficial do Outsandig Maternity Award no Facebook, a comissão organizadora postou a seguinte mensagem sobre a XI Edição do prêmio. “A cada temporada temos essa imensa alegria e o imenso orgulho em compartilhar imagens lindas. Temos a certeza que somos grandes por causa de cada um de vocês que acreditam que a premiação é um diferencial em suas carreiras. A cada nova temporada vemos fotógrafos sendo notícia e sendo escolhidos para palestrar em grandes Congressos devido ao prêmio recebido. Nós temos esse único objetivo: dar destaque ao fotógrafo nacional e internacional”.

 

CARREIRA

Carla Garcia é especializada em fotografia de partos e atua em diversos hospitais como o Hospital Santa Ignês, o Hospital Augusto de Oliveira Camargo e na Maternidade de Campinas. Já fotografou eventos em geral, casamentos, formaturas e aniversários. “O nascimento do meu neto Lorenzo, de cinco anos, foi o meu primeiro trabalho fotográfico de partos. Naquele momento, senti que havia encontrado o foco do meu trabalho e me perguntei como havia vivido até então, sem isso”, contou.

Uma pessoa intensa e emotiva. É assim que ela se autodenomina. “Registrar o momento do nascimento, um ser chegando a esse mundo, a emoção do pai, da mãe, dos avós, é fantástico”, completou. Ao todo, são nove anos de fotografia sendo cinco anos mais focados em fotografia de família e os últimos dois anos, exclusivamente aos nascimentos.