A derrota assombra o Fantasma da Ituana

Nas duas últimas semanas, a derrota tem assombrado o Primavera cujo apelido é Fantasma da Ituana.


Quando o torcedor pensa que o time vai deslanchar, eis que começa a série de tropeços.


Esse ano, novamente, o Primavera começou bem na Segunda Divisão do Campeonato Paulista. 

Passou para a segunda fase como líder do grupo.


Mas, a pausa do campeonato em razão da Copa do Mundo parece ter esfriado o elenco.

Para piorar, a equipe teve duas baixas: a do treinador e a do goleiro às vésperas do retorno do Paulista.


Apesar do esforço do atual técnico, o time ainda não se encontrou em campo. Só que o Fantasma tem apenas mais dois jogos para tentar se reabilitar. Caso contrário, o resultado dessa má fase será a eliminação do Campeonato Paulista.


A dificuldade em campo também pode ser um reflexo da crise administrativa do Clube por causa da falta de recursos. Para se ter uma ideia da situação, durante torneios locais foram arrecadados alimentos para a cozinha do Primavera. Ou seja, para garantir a refeição dos jogadores.


A diretoria busca novos parceiros para ajudar no custeio das despesas. Mas, não é tão simples encontrar quem queira investir.


Esse ano, o sucesso de times do interior, como o Ituano e o Capivariano, serviu de incentivo para os pequenos clubes e também de referência para questionamentos por parte da torcida, que quer saber: por que o Primavera não deslancha? Será que não é hora de adotar outra tática administrativa? Em time que está ganhando não se mexe, mas, quando está perdendo, se faz o que mesmo?


Nada se resolve num passe de mágica, mas, no futebol, dá para vencer de virada.


Há quem diga que falta ajuda do poder público.